sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

A CHEGADA DE UM NOVO BABY

Uma das questões à qual dei especial atenção quando soube da chegada da mini P foi como o Tomás reagiria. Da minha parte era filho único, da parte do P, o filho mais novo e super apaparicado quer pelos manos mais velhos, quer pelos avós. E a pergunta que surgiu foi “O que é que eu posso fazer para o mini T ficar feliz da vida com a chegada da nova mana?”. Apliquei um rol de técnicas que estive a investigar na altura e que resultaram na perfeição.

Durante a gravidez deixava-o criar histórias de como iria recebê-la, enviava-lhe mensagens "escritas pela mana" que ficavam escondidas pela casa (um género de caça ao tesouro), perguntava-lhe a opinião de onde dormiria a P e de outras mini questões relacionadas com esta nova chegada.

Quando nasceu a Pilarzinha, assim que chegámos a casa houve logo troca de presentes entre os minis. Depois foi o T que fez as honras e apresentou-lhe todos os cantinhos da casa. Sempre incentivei a partilha de tarefas, deixava-o ajudar-me quando me pedia, e também a demonstrar gestos de carinho à “Piai”.

É claro, que uma ciumeira de vez em quando aconteceu e continua a acontecer e até houve alguma regressão pontual do T em alguns aspetos, mas o que é certo é que é continuou a ser sempre uma criança equilibrada e feliz.

Algumas mini-tips que se lembrem para a chegada de um novo baby?


E por aí, também corre tudo bem?


Para seguir o blog do Mini-Mi no facebook é aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário