quinta-feira, 12 de março de 2015

NUNO BERGONSE - O QUE NOS CONTA O TRENDY CHEF DE GRAUDOS E MIÚDOS

O Nuno Bergonse é, além de um Chef fantástico - fiquei a conhecer melhor o seu trabalho no restaurante Pedro e o Lobo- , um profissional empreendedor, que ama o que faz e também um pai "babado" e completamente apaixonado pela sua nova Mini. Este Chef sub-30 que já tem grandes responsabilidades, dedica o seu tempo entre a família, amigos, os seus restaurantes - todos muito trendy -, que estão no coração da cidade de Lisboa: o Duplex (bar e restaurante), a Puttana - pizzas fantásticas com aquela massa fininha e estaladiça, que eu adoro - a Marisqueira Azul e ainda é chefe executivo do Ministerium Cantina.

Para breve vamos ter uma grande surpresa, o Nuno vai lançar um projeto ligado à alimentação saudável infantil e que nos vai surpreender de certeza absoluta, do pouco que já ouvi falar. 
Vamos ficar atentas, Nuno! Eu estou ansiosa! :)

Nome da Mini: Carolina Bergonse

Outros agregados familiares (periquitos, cães, gatos?): Não, mas adoro animais e estou a planear ter um cão!

Que adjectivo darias à tua filha?  
"Linda"



Quais os valores que consideras mais importantes passar durante a educação?  
Os valores que quero que estejam presentes durante a educação da Carolina são: Respeito pelos outros, sinceridade e que perceba que a felicidade é muito mais do que aquilo que os nossos olhos vêem.

Como foi ser pai pela primeira vez? O que mudou na tua vida? 
Foi maravilhoso! Uma ansiedade enorme porque sempre quis ser Pai desde cedo. Vivi com muita intensidade esses primeiros momentos. Mudou muita coisa claro, mas só para melhor! Mudou a minha maneira de ver a vida, o sentido de responsabilidade, um amor sentido de outra forma e claro que a minha rotina sofreu algumas alterações.



Na cozinha lá de casa tu também és o Chef? 
Sou! Adoro cozinhar em casa para a minha família e amigos. Sempre num contexto descontraído e divertido. Ultimamente, com o pouco tempo que tenho, valorizo cada vez mais esses momentos.

Estás a trabalhar num projeto de receitas e comida só para os minis (TOP SECRET YET!). Como é que surgiu essa ideia? 
Começou pouco tempo depois de ter sido Pai, em que me apercebi de um novo mundo na gastronomia. Descobri que as limitações alimentares das crianças nessa idade são enormes, dei mais importância da que já dava à origem dos produtos, deparei com o problema do tempo para preparar refeições com qualidade e percebi que, regra geral, os Pais não sabem o leque de possibilidades que podem oferecer aos seus filhos desde o primeiro dia que nasceram!

És responsável por dois restaurantes de sucesso, és pai, marido e ainda tens tempo para lançar outros projetos. Qual é o segredo para ter tempo para tudo? 
O dia tem 24 horas e adorava que tivesse o dobro! Acredito que, com vontade e determinação conseguimos gerir bem o tempo nas nossas vidas. Claro que o ritmo é acelerado mas tento gerir por ordem de prioridades as minhas tarefas.



Qual a maior diferença entre a culinária para crianças e para os adultos? 
A maior diferença é o cuidado com as restrições alimentares. É importante sabermos exactamente o que é que uma criança pode e deve comer. A dieta de uma criança é totalmente diferente da dieta de um adulto. É muito mais difícil agradar uma criança do que um adulto, porque temos que educar o palato, ensinar os contrastes de temperaturas, as texturas, etc.

Qual é a comida favorita da tua filha? 
Adora queijo e azeitonas!

Quais são os critérios na escolha dos ingredientes para as crianças? 
O princípio é o mesmo do que para os adultos: que sejam ingredientes frescos, naturais e sem "E's". A origem e o processo de produção influenciam diretamente na qualidade do produto final.

Qual o maior desafio para te tornares um especialista de culinária infantil? 
É aliar os conhecimentos de cozinha que tenho e adaptar de forma a que consiga criar bons pratos, divertidos e que as crianças acabem de comer com um sorriso na cara!

Consideras-te empreendedor? 
Considero porque sou novo e ambicioso. Gosto de fazer mais e melhor. Tudo isto porque amo o meu trabalho!



O que mais aprecias na culinária portuguesa? E estrangeira? 
Na culinária Portuguesa, admiro a excelente qualidade e simplicidade. Na estrangeira, gosto dos sabores exóticos. Gosto da ligação cultural que está sempre associada ao tipo de gastronomia de cada País.

Cada vez temos menos tempo para nos dedicarmos de corpo e alma à cozinha. Que conselhos darias para as mães lá de casa? 
O principal conselho é que percebam a importância da alimentação nas nossas vidas. As crianças são esponjas autênticas e é importante passar lhes os valores corretos de uma boa alimentação. Tenham cuidado na escolha dos ingredientes, a sua origem e na maneira como os cozinham. 

Tens alguma receita daquelas maravilhosas, simples e fáceis de fazer que possas partilhar?
Claro:

Croquetes de banana recheados com queijo flamengo e frutos secos caramelizados
Ingredientes:
1 banana
2 fatias de queijo flamengo
1 ovo
50g de frutos secos
1 colher de sopa de açúcar amarelo

Preparação: Comece por partir os frutos secos em pedaços pequenos e caramelize numa frigideira juntamente com o açúcar. Coloque de parte e deixe arrefecer. Descasque a banana e corte em duas metades. Com a ajuda de um descaroçador retire o interior da banana e recheie as bananas com o queijo flamengo. Passe as bananas por ovo e logo de seguida pelos frutos caramelizados. Coloque no forno durante 10 minutos a 170C. 

Já fiz e foi um sucesso total! O barómetro foi Tomás e a Pilar a pedirem mais.


Obrigada Nuno!

Sem comentários:

Enviar um comentário