quarta-feira, 8 de junho de 2016

I HAVE A CRUSH

Num destes dias, a navegar pela internet, fui parar a um artigo que tinha imagens 
dos Palheiros da Costa da Caparica (as antigas cabanas de pescadores).
Fiquei tão apaixonada que hoje resolvi ir ver com 
os meus próprios olhos o "colorido castiço" ao vivo.

Além de serem todos um amor, tem uma posição super privilegiada.
Uns estão arranjados, outros quase a cairem, mas o que é certo é que fiquei 
 logo a imaginar-me a passar uns dias ali,
com as crianças sempre descalças e a dormirem sem tirarem a água do sal. 

Este é só um pequeno exemplo:


A Pilar e o Tomás estiveram a brincar num palheiro com 
um alpendre amoroso, daqueles que dá vontade de pôr um cadeirão de baloiço.
O calor era mais que muito e a sombra foi mais que bem-vinda.


Este vestido em linho super versátil da Pilarzinha - gosto de ver até com flip flops - é da Letras Bordadas.


Esta t-shirt do Tomás, foi uma das que trouxe da Zippy, também da coleção de menina.
O saruel em linho é da Sissone e é daquelas cores que dá com tudo.






Espero que estes palheiros continuem a existir durante muito tempo.
São demais, concordam?


BIG LOVE!









4 comentários:

  1. Que máximo! Dão para entrar lá dentro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorava, mas estão fechadas. Cada uma tem um proprietário. Pelo que pude perceber, algumas são alugadas durante o verão.

      Eliminar
    2. "PRIVILEGIADA".
      Escrever com erros é muito feio, ainda mais para quem publica!

      Eliminar
    3. Obrigada pela sua correção. No entanto, temos ideias diferentes do que é FEIO. Comentar uma crítica pela negativa é FEIO, comentar uma crítica como anónimo é ainda mais. Sabia que importante não é o que se diz e sim como se diz? Mas compreendo, há que dê valor ao detalhe, eu dou mais valor a humanidade. ;)

      Eliminar