sexta-feira, 15 de julho de 2016

MYTH OR NOT

Tanto a Pilar como o Tomás foram bebés que nasceram carecas.
Em ambos, o cabelo só começou a tomar alguma forma aos 2 anos e, por isso,
aconselharam a cortar o cabelo para crescer mais forte.
No caso do Tomás, deixei crescer e o resultado está à vista, um cabelo forte e saudável.

A Pilar ainda hoje com 3 anos continua com pouco cabelo, mas parece-me importante
também respeitar o ritmo de crescimento e desenvolvimento que tem.

Eu acredito que a genética é que vai determinar se o fio do cabelo vair ser grosso ou fino e
que a alimentação é um fator importante para que cresçam saudáveis.

O que vos parece, cortar as pontas para crescer mais forte é mito ou não?
Quais foram as vossas experiências?







3 comentários:

  1. A Alice também nasceu praticamente careca, com um ano e pouco cortei-lhe só aquelas pontas fininhas "de bebé".
    Cortou o cabelo "a sério" com 2 anos e meio e agora com 3 anos e meio já tem uns densos caracóis.
    Os ritmos de crescimento são diferentes para cada criança!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu resolvi cortar só as pontas mais finas e esperar que a natureza faça o resto. Obrigada pela partilha. É tão importante, nós mães trocarmos essas impressões. bj

      Eliminar
  2. Eu acho que é mito, mas a minha prol nasceu toda com muito cabelo. beijinho,Sandra

    ResponderEliminar